Audiência Pública – Casa Otacílio Jurema

Câmara Municipal de Cajazeiras, realizou nessa quarta-feira, dia (27) de março, Audiência Pública da Casa Otacílio Jurema em sua Décima Sétima Legislatura e no seu primeiro Período Ordinário.

A Sessão foi Presidida pelo presidente, José Gonçalves de Albuquerque (PTC).

O presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, ‘‘Casa Otacílio Jurema’’, Vereador José Gonçalves de Albuquerque, Vereadores e Vereadora, têm a grata satisfação de convidá-lo(a) a participar de ‘‘Audiência Pública’’, para debater os seguintes temas: 01. Segurança, Manutenção e Recuperação do Reservatório Eng. Ávidos (Boqueirão); 02. Trajeto das Águas do Eixo Norte até Eng. Ávidos (Boqueirão), atendendo propositura dos vereadores Marcos Barros de Sousa, Rivelino Martins Ferreira e Alysson de Sousa Lira.

Conforme foram convocados a participarem, no uso de suas atribuições regimentais, solicito a presença dos senhores Vereadores e senhora Vereadora a comparecerem a ‘‘Audiência Pública’’, a realizar-se neste dia 27 de Março (quarta-feira) às 14:00 horas.

Todos aqui presentes em lista, Vereadores e Vereadora, estão cientes da Convocação: Alysson Lira de Souza – Neguim do Mondrian (PSD), Antônio Moacir Leite de Menezes Filho (DEM), Eriberto de Souza Maciel (PP), Eudomar Pereira da Costa Filho (PTC), Francisco Jucinério Félix Filho (PPS), Francisco Neto Damascena – Neto da Vila Nova (PPL), João Lins – João da Coca (PTC), Josefa Léa da Silva Santos (DEM), Kleber Gonçalves Lima (PTB), Lindberg Lira de Souza (PTB), Marcos Barros de Souza (PSB), Rivelino Martins Ferreira (PSB), Roselânio Lopes de Sousa (PTB).

O debate foi levado em considerações o estado atual do Açude de Eng. Ávidos, e como estão toda sua estrutura, para comportar um grande volume de água, que o mesmo está recebendo, com essas novas chuvas que veem ocorrendo nesse mês. Tendo em vista uma segunda preocupação que seria a chegada das águas do Rio São Francisco, onde precisa de uma estrutura firme para que suporte tal capacidade, onde a vasão gira em torno de 50m³ por segundo, seria o suficiente para evitar que haja uma sobrecarga na estrutura, e assim evitar de que a mesma venha a não suportar tal capacidade. Mas de acordo com os responsáveis técnicos a vazão seria o suficiente para descarregar qualquer volume de água que esteja acima do limite, evitando assim qualquer incidente. De acordo com os técnicos, Luiz Hermani de Carvalho e Everaldo Jacobino de Moura, informaram que as comportas, são testadas periodicamente para que quando necessário, as mesmas estejam prontas para entrarem em ação.

AESA por sua vez, em Ofício DP Nº107/2019, direciona para debater os temas sobre Segurança, Manutenção e Recuperação do Reservatório Eng. Ávidos, designou para participar da referida Audiência, o Diretor de Acompanhamento e Controle desta Agência, BERANGER ARNALDO DE ARAÚJO.

Contou com a presença dos vereadores: Alysson Lira de Souza – Neguim do Mondrian (PSD), Antônio Moacir Leite de Menezes Filho (DEM), Eriberto de Souza Maciel (PP), Francisco Jucinério Félix Filho (PPS), Francisco Neto Damascena – Neto da Vila Nova (PPL), João Lins – João da Coca (PTC), Lindberg Lira de Souza (PTB), Rivelino Martins Ferreira (PSB).

Ascom Câmara-Cz.

Imagem 001

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios